Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Concessionária que administra BR-135 anuncia nova cobrança de pedágios
18/03/2019 08:38 em Novidades

A Eco135, concessionária que administra a principal rodovia de acesso à capital do estado, anunciou neste sábado (16) a data para a cobrança dos pedágios; a partir de 1º de abril, a empresa terá seis pontos.

 

A concessionária iniciou as obras há cerca de nove meses e, segundo a empresa, foram R$ 137 milhões investidos em infraestrutura das rodovias BR-135, MG-231 e LMG-754. “Antes da cobrança do pedágio, foram investidos milhões em obras de melhorias previstas no plano de trabalhos iniciais do contrato de concessão, com o objetivo de restabelecer as condições mínimas de segurança viária. Diversos pontos do trecho passaram por recuperação do pavimento, com correção de depressões e degraus da pista. Foram aplicadas 84 mil toneladas de asfalto novo, quantidade equivalente a 7 mil caminhões do material”, informa a nota da Eco135.

 

A empresa afirma que esta segunda parte dos trabalhos, que culminam com a cobrança do pedágio, são obras mais “robustas”, como a duplicações, vias adicionais, que deverão ser entregues nos cinco primeiros anos.

 

“No total, 136 quilômetros da BR-135 serão duplicados, entre Montes Claros e Bocaiúva, e entre as cidades de Corinto e Curvelo, e ainda a construção de sete trevos em desnível ao longo da malha viária. Os investimentos previstos estão na ordem de R$ 577 milhões, em cinco anos de trabalhos”, garante em nota.

 

A Eco135 terá 30 anos de concessão e afirma que, ao todo, serão investidos mais de R$ 1,9 bilhão em obras.

Atendimento 24 horas

Em dezembro de 2018 a empresa iniciou os serviços de atendimento aos usuários das rodovias BR-135 (Montes Claros a São José da Lagoa), MG-231 (Cordisburgo a Paraopeba) e LMG-754 (Curvelo a Cordisburgo).

 

Conforme contrato de concessão, estão disponíveis aos usuários da rodovia os serviços de socorro mecânico, remoção de veículos e atendimento pré-hospitalar. Nessas atividades são cinco guinchos, cinco ambulâncias, duas inspeções de tráfego, um veículo para apreensão de animais e um para combate a incêndios próximos à rodovia.

COMENTÁRIOS